Gilberto Brandão Marcon

Escrever é um encontro marcado com a própria alma.

Textos




Unicamente Tu



Num imenso jardim
existem muitas flores,
mas só uma tem
cheiro e cor de amor.
Oculta entre outras,
tendo que ser descoberta.
Pedra preciosa, presente,
símbolo a ser guardado
com especial desvelo.
Um sonhado encontro,
um realizado momento,
Onde ouve músicas sensorias
que acalmam e trazem paz.
Pressente horas perdidas,
desencontradas do tempo,
e então deixa alma ir,
coberta pelo manto da noite,
cuja brisa envolve
com suave sensualidade.
São toques afetivos,
de presença que se esconde.
O mundo onírico se expressa,
nele o ser vai mais longe,
não se sabe se passos ou asas,
mas vai em direção do horizonte.
Perguntas e respostas conversam,
sentimentos e pensamentos,
recriam ídéias e emoções.
Então os olhos tornam-se plenos,
já percebem silueta feminina.
moldam um perfil em linhas puras,
viajante solitário encontra sua flor.
Momento de contemplação,
para depois produzir vivência,
fazer-se momento eterno
esculpido com especial dedicação
na etérea argila da memória,
maravilhoso sonho a ser guardado,
no carinho do coração, reserva de luz,
para ser lume dos dias futuros,
para alimentar as sutilezas
da bela flor de esperança.
Gilberto Brandão Marcon
Enviado por Gilberto Brandão Marcon em 08/02/2020
Alterado em 08/02/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras