Gilberto Brandão Marcon

Escrever é um encontro marcado com a própria alma.

Áudios

Agradecendo ao Pai
Data: 18/07/2009
Créditos:
Texto: Agradecendo ao Pai
Autoria e Voz: Gilberto Brandão Marcon
Agradecimento: Antonio Carlos Brandão (In Memorian)
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.




Agradecendo ao Pai



Pai, habita a minha solidão,
espalha sementes de Tua palavra
criando em mim um falso silêncio.
Desperta os sentidos de minha alma
para que não me torne prisioneiro
dos sentidos físicos de meu corpo.
Pai, anseio e sonho com liberdade,
talvez a libertação da alma
seja o maior dos meus desejos.
Pai,envergonho-me por ter mãos vazias,
mas estas nunca terão o suficiente,
e não a consigo ser servido sem ter servido.
Pai, pressinto que tenho gratidão por Ti,
mas é um agradecer diferente.
Não tenho como retribuir, 
vejo-me obrigado a ser humilde,
coisa que sei que não sou.
Não é a gratidão do homem orgulhoso,
mas do menino puro e sem mácula, 
cheio de sinceridade
que apenas quer compartilhar
de amor que desconhece, mas anseia.
Não é agradecimento
tingido de pompa ou glória,
mas singela oferta de meu coração.
É ensejo por me sentir
aceito por Tua misericórdia,
pois que me ensinaste
a necessidade do perdão.
Ama-me, Pai, pois dia haverá
em que entenderei o Teu amor
que hoje ainda não entendo,
mas apenas pressinto.
Ama-me pela lealdade do servo,
que almeja entender o amor,
para um dia ser filho.
Pai, a meu favor,
dai-me forças para lutar a Teu lado,
dando-me energias para que antes
eu aprenda a enfrentar a mim mesmo.
Para que de meus vícios 
nasçam virtudes, de minhas culpas
surjam ações benditas.

Amém! 
Enviado por Gilberto Brandão Marcon em 04/07/2009

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras