Gilberto Brandão Marcon

Escrever é um encontro marcado com a própria alma.

Textos


Amor de Primavera

Vem e vai primavera.
Vento na janela.
Voz que ecoa bela,
Vem e vai, amor.
Flor que é do campo,
Flor que veio de longe,
Vem e vai, na dor,
Vem e vai, a flor.
Poema na estrada,
Outro dia, vi alvorada,
Chorei de dor,
Ri de amor.
Fora do seu encanto,
Tudo que sobra é pranto,
Veio e vem, fica amor.
Vem e para em flor.
Flor solar do dia,
Anima o afã da fantasia,
No fluir sem dor,
Da alma do amor.
Vestes de brisas,
Pétalas e perfumes,
De sua boca em flor,
Boca de amor.
Palavras são palavras,
Nada mais que sons perdidos,
Então, o poema,
O poema em flor.
O poema sem dor,
O poema de amor.
Gilberto Brandão Marcon
Enviado por Gilberto Brandão Marcon em 20/08/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras